Coleção Noriel Vilela

Noriel Vilela fez carreira como integrante do grupo vocal de samba Cantores de Ébano, que teve relativo sucesso nos anos 1950. Vilela também lançou o álbum-solo Eis o Ôme em 1968. Por essa época, Vilela morreu repentinamente e o Cantores de Ébano se desfez por algum tempo, até que se encontrasse um substituto à altura para o cantor.
A voz do cantor é um baixo profundo com uma dicção única no samba. Seu segundo álbum Eis o Ôme é uma sucessão de faixas de sambalanço com forte tempero afro, não apenas na sonoridade, como também na temática, voltada para a umbanda.
Noriel Vilela morreu em 1974 devido a uma reação alérgica a anestesia de seu dentista.
Um dos grandes sucessos de Vilela foi a canção "Dezesseis Toneladas", uma versão para o português de um clássico norte-americano do pop-country-folk dos anos 1940, "Sixteen Tons", de Ernie Ford e Merle Travis. Em 2014 a cervejaria holandesa Heineken utilizou a versão do brasileiro em uma propaganda comercial1 . A banda paulista Funk Como Le Gusta regravou a versão de Vilela, tentando até mesmo reproduzir sua voz grave, no álbum Roda de Funk.
Vilela goza atualmente de um revival cult entre os admiradores do sambalanço e seu nome é facilmente encontrável nas redes de compartilhamento de arquivos da internet.

Arquivos:
01- Promessado
02- Saravando Xangô
03- Só o Omê
04- Meu Cabloco Não Deixa
05- Pra Iemanjá Levar
06- Samba das Águas
07- Eu Tá Vendo no Copo
08- Acredito Sim
09- Peço Licença
10- Cacundê, Cacundá
11- Acocha Malungo
12- Saudosa Bahia
13- Je Suis la Maria
14- Gira
15- Todo enrolado
16- Dezesseis Toneladas

Download Coleção

Pc Mega Rapido Pro

Descrição: Com o passar do tempo seu computador vai ficando lento, ele demora a iniciar quando você liga, demora a desligar, quando você executa algum software ele demora para que o mesmo possa abrir. Conforme você vai apagandos arquivos obsoletos no Windows alguns rastros ficam escondidos no seu computador. Pesquisa recente revelou que 87% dos computadores com mais de 30 dias de uso possuem erros no registro do Windows, muitas vezes desencadeados por spywares e vírus.

Aviso - Esta versão não precisa de nenhum tipo de registro ou serial ela tambem não cria atalhos na area de trabalho, Atalhos somente no menu iniciar pasta PC MEGA RAPIDO PRO espero que gostem e bom proveito.

Titulo: PC Mega Rápido PRO
Compatibilidade: Windows XP, Vista, 7,8
Categoria: Segurança
Idioma: Português

Download Via Mega

Discografia TNT


TNT foi uma banda brasileira de rock and roll, que foi muito influente na década de 80 .
Uns dos primeiros shows da banda foi na zona norte de Porto Alegre, no bairro Sarandi em uma associação.
A primeira formação, não oficial, da banda contava com Charles Master, Flávio Basso, Nei Van Soria, Márcio Petracco e Alexandre Birck (que mais tarde integraria a Graforréia Xilarmônica, dando lugar a Felipe Jotz) em seus primórdios
Em 1985 gravam o Rock Grande do Sul 3 , uma coletânea com mais 4 bandas: DeFalla, Engenheiros do Hawaii, Garotos da Rua e Os Replicantes, que mostra a formação mais conhecida. Pouco tempo após sua gravação teve a vinda de Tchê Gomes.
Flávio Basso e Nei Van Soria abandonam a banda antes do lançamento do primeiro disco, para irem tocar o seu "porno rock", em uma das maiores bandas de rock gaúcho da história, Os Cascavelletes
Márcio Petracco volta à banda junto com seu ex-colega de escola Tchê Gomes, que eternizou sua voz e guitarra na banda cantando e tocando músicas como "Estou na Mão", "Ratiação", "Liga Essa Bomba" e "Deus Quis" (regravada pela banda Acústicos & Valvulados).
Em 1987 é lançado o primeiro álbum da banda, auto-denominado "TNT".
Felipe sai da banda após o TNT (volume 2), para estudar bateria nos Estados Unidos e entra Paulo Arcari no seu lugar. Em 1991 com a entrada de João Santos nos teclados gravam Noite Vem, Noite Vai, disco que já aponta as tendências mais pop de Master.
Tchê sai da banda depois de desentendimento com Charles e com o fim d'Os Cascavelletes, Flávio Basso volta à sua banda de origem. Em 1994 Flávio desentende-se com Charles e sai da banda. Nesse mesmo ano a banda encerra oficialmente as atividades, devido aos desentendimentos entre os músicos por causa de divergências musicais.
Chegado 2003 a banda volta a fazer shows com Fábio Ly na bateria e em 2004 é lançado o TNT ao Vivo em CD e DVD, gravado em 2003. Esse disco não faz justiça ao passado da banda, apesar de contar com Petracco e Tchê nas guitarras. De 2003 até 2005, Tchê Gomes assumiu os vocais.
Em 2005 Márcio Petracco sai da banda após outro desentendimento com Charles. Em 2005 lançam o primeiro disco de estúdio em mais de uma década: Um por Todos ou Todos por um, em que Tchê Gomes e Charles Master dividem vocais.
Atualmente Charles Master partiu para a sua carreira solo  e Márcio Petracco participa da banda Locomotores .
Em 2008, há a formação da banda Tenente Cascavel, que reúne alguns integrantes dos Cascavelletes e do TNT, a qual desde então faz shows relembrando os maiores sucessos das 2 bandas. Sem Charles Master e Flávio Basso, 2 dos principais músicos, a banda perde em 2010 Frank Jorge, que retira-se da banda sem maiores justificativas à mídia. A Tenente Cascavel acaba sendo muito criticada por alguns dos fãs mais ferrenhos das 2 bandas como "projeto caça-níquel", onde não querem fazer música por prazer, mas sim juntar dinheiro a custa dos saudosos fãs. Apesar disso, fazem ótimos shows, com boa presença de palco, garantindo notável visibilidade no estado do Rio Grande do Sul .

Discos:
TNT-(1987)
TNT-II (1988)
TNT-Noite Vem, Noite Vai (1991)
TNT-Um por Todos ou Todos por um (2005)
TNT-Hot 20 (1999)
TNT-Ao Vivo (2004)

Download Discografia TNT
 

Você Pode Gostar